Artigos

Amamentação 

A amamentação é muito importante para o recém nascido. O leite materno é o alimento mais completo para o crescimento e desenvolvimento da criança. Rico em nutrientes e anticorpos (células de defesa), protege contra doenças. Além destes benefícios, é no momento da amamentação que se desenvolve o vínculo afetivo entre mãe e bebê.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomenda-se aleitamento materno exclusivo até o 6 meses. Após este período, a introdução de outros alimentos se faz necessária para complementação da amamentação.

Nos primeiros dias, o leite materno tem uma coloração amarelada ou transparente, é o chamado colostro. Este leite, além do alto valor nutritivo é rico em anticorpos que agem como uma vacina para o bebê. Nestes primeiros dias, a quantidade de leite é menor, mas quanto mais ocorrer a sucção, ou seja, quanto mais o bebê mamar, maior será a produção de leite. Durante o aleitamento é importante que a criança esvazie a mama, pois o leite final contém mais calorias e sacia mais. Apesar da mudança da coloração, não existe leite fraco!

O sucesso da amamentação está na pega adequada. Se o bebê suga de maneira correta, não ocorrerá lesões no mamilo (rachaduras) e o recém nascido ganhará peso de maneira adequada. Para que isso ocorra, é importante que o rosto  do bebê esteja virado para a mama e o tronco alinhado (o pescoço não pode estar torcido). A boca deve abocanhar não apenas o mamilo (bico do seio) como também parte da auréola (parte escura ao redor do mamilo), e o lábio inferior deve ficar evertido (virado para fora).

Durante a amamentação é fundamental que a mãe tenha uma alimentação saudável e faça ingestão de grande quantidade de líquidos. O ideal é que o ambiente seja confortável e tranquilo, pois o estresse da mãe inibe a produção de leite. O uso de medicações durante este período deve ser criterioso, pois muitas medicações são excretadas pelo leite.

O leite materno pode ser extraído de forma manual ou com o auxilio de aparelhos e armazenados em frascos estéreis (fervido por 10min). Ele pode ser oferecido para o bebê ou doado para o banco de leite. Na geladeira, a duração é de 12 horas e no freezer, 15 dias.

A amamentação está contra-indicada em pacientes portadoras do vírus do HIV, devido ao risco de transmissão.

As vantagens da amamentação são inúmeras. Dentre estas, destacamos a redução da mortalidade, redução da taxa de morbidade e infecções, redução da taxa de hospitalização, proteção contra alergias, desenvolvimento motor-oral e, para mãe, proteção contra câncer